RELEMBRE: Shows cancelados no Lollapalooza

Confira todas as vezes que um headliner precisou ser substituído no Lollapalooza Brasil.

SBTRKT

SBTRKT. Foto: Reprodução.

SBTRKT, projeto musical liderado por Aaron Jerome, cancelou as apresentações que faria nas edições brasileira e argentina do Lollapalooza em 2015. A banda de rock irlandesa Kodaline foi escalada como substituta, mas por problemas de emissão de passaporte e visto, precisaram cancelar poucos dias antes do show. Quem acabou se apresentando foi o rapper Marcelo D2

MARINA AND THE DIAMONDS

Marina. Foto: Reprodução.

Na mesma edição do Lolla, a cantora Marina, que na época era conhecida como Marina and The Diamonds, cancelou seu show em cima da hora alegando um atraso de 12 horas e cancelamento do voo. Porém, no dia anterior à viagem, Marina atualizou suas redes sociais com fotos em uma balada, curtindo com amigos, o que levou seus fãs a especularem se a noite de curtição da cantora estaria relacionada ao cancelamento do show.

Com as poucas horas para encontrar um substituto, o festival optou por colocar a banda africana Kongos, que se apresentaria mais cedo no mesmo dia, para fazer o show no horário da cantora. 

SNOOP DOGG

Snoop Dogg. Foto: Reprodução.

Na edição de 2016 do Lollapalooza Brasil, Snoop Dogg era um dos headliners, mas cancelou alegando “imprevistos de ordem pessoal”. Uma semana antes de sua apresentação no festival, sua avó faleceu. Além disso, no mesmo período, o rapper havia sido hospitalizado, pois estava tendo problemas de saúde ligados ao excesso de trabalho. 

A banda Planet Hemp, que em dezembro de 2015 havia anunciado seu retorno após um longo hiato, substituiu Snoop.

TYLER, THE CREATOR

Tyler, The Creator. Foto: Reprodução.

Em 2018, o rapper Tyler, The Creator cancelou suas apresentações na América do Sul por problemas pessoais, mas prometeu voltar (ainda estamos no aguardo). A cantora norueguesa Aurora foi escalada para substituir Tyler.

FOO FIGHTERS

Foo Fighters. Foto: Divulgação.

Dois dias antes da apresentação do Foo Fighters no Lollapalooza Brasil 2022, foi anunciado o falecimento de Taylor Hawkins, baterista da banda. Os shows da turnê, que estava passando pela América Latina, foram cancelados. 

Planet Hemp, Emicida e os convidados DJ Nyack, KL Jay, Criolo, Bivolt, Drik Barbosa e Rael realizaram um mini-festival de rap, substituindo a banda de rock. Além disso, rolou um pocket show da banda de rock paulista Ego Kill Talent, que prestou homenagem ao baterista e tocou sucessos da banda.  

BLINK-182

Blink-182. Foto: Reprodução/Twitter.

Na edição de 2023 do Lollapalooza Brasil, Blink-182 era a atração principal do sábado, 25 de março. Porém, devido a uma cirurgia no dedo do baterista Travis Barker, a apresentação precisou ser cancelada. O grupo também se apresentaria pela América do Sul e México, mas todos os shows foram cancelados. No comunicado, o festival confirmou a banda em sua próxima edição, em 2024. Twenty One Pilots foi escalado para substituir o grupo.

Imprevistos acontecem

O planejamento de um festival é feito para evitar imprevistos, mas nem sempre eles são evitáveis. Montar um line up de qualidade leva tempo, e talvez a produção não consiga um substituto “similar” ao artista que não vem mais. 

Por isso, aproveite!

Pensando nessas inevitabilidades e como elas podem tirar seu artista favorito de um festival ou colocá-lo no line up, mantenha a cabeça aberta: com sorte, você pode ter uma boa surpresa. 😉

Compartilhe: